Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Os alternativos, o "é só uma fase" e o emprego

 

Howdy little creatures!

 

Neste post venho falar no típico "é só uma fase" (tema muito abordado no blog) e a procura de emprego. Este tema surgiu devido a uma ida às compras. "Como assim?", perguntam vocês? Eu explico:

 

Ora bem, aqui há coisa de dias fui, por necessidade, ao Alegro em Setúbal. É a segunda vez que lá entro (how shocking!) desde que aquilo surgiu. Como tinha algum tempo ainda, dirigi-me com a minha avó à H&M, porque andava à procura de um chapéu preto, coisa que aparentemente nos meus lados foi completamente extinto para dar lugar a caps (acho que se escreve assim). Durante essa procura, dei de caras com uma linda saia mas, não havendo o meu tamanho (o que é normal), fui experimentar o maior que havia (um L). Como estava de vestido, pedi à minha avó que me procurasse uma blusa, uma qualquer, só para poder ver com a saia. Ela trouxe-me uma bela blusa de manga comprida com um coração feito com costelas. Basicamente aquela é a melhor H&M que já vi! E disseram-me que eles têm aquele tipo de roupa permanentemente. A blusa também eram um L. E MILAGRE! Como emagreci um bom bocado, a saia e a blusa servem-me na perfeição! Mas enfim, continuando.

 

Enquanto estava a olhar-me ao espelho (gostei do conjunto, era o tamanho abaixo do que normalmente visto, e servia-me. É normal que me andasse a olhar ao espelho, satisfeita que estava), a moça das provas veio ter comigo. E eu disse a minha avó que adorava o conjunto (tudo em promoções, não não gastei rios de dinheiro) e a moça disse que era bonito, apesar de não ser algo que ela gostasse. Até aí tudo bem, gostos são gostos. Depois começou a dizer que quando tinha 18 anos também só vestia preto. A partir daí a conversa segue mais ou menos da seguinte forma:

Moça - Quanto tinha 18 anos também só vestia preto, mas depois começei a trabalhar e acabei por mudar.

Avó - Mas ela já vai fazer 21 anos (ela não disse isto de forma chocada. Foi uma afirmação).

M - Ah mas quando ela começar a trabalhar vai mudar, vai ver, É SÓ UMA FASE.

Eu - Eu já visto roupa diferente desde os 14 anos. 

M - Mas querida vais ver, quando começares a trabalhar é diferente. 

 

Volto para dentro, troco de roupa e, quando saio, a moça continua de roda da minha avó, com a mesma conversa. Despeço-me dela e vou-me embora, irritada.

 

Antes que alguém por aqui começe, não não é a questão de ser teimosa, fazer birrinha e querer continuar com cabelo azul e etc quando for trabalhar. Como já disse aqui, é ilógico e ridículo que alguns gostos (os aceites pela "sociedade") possam ser mantidos o tempo que nos apetece e que os outros (os não aceites) devam terminar quando chegamos à idade de "parar com essas coisas". Da mesma forma que os gostos do "comum dos mortais" podem ser adaptados ao mundo do trabalho, os nossos também podem ser, como demonstra a espectacular Trystan no blog This is Corpgoth.

Sim, talvez tenham de pintar o cabelo de cores "normais" (ou comprar uma boa peruca), retirar os piercings (ou talvez comprar aqueles que há de cor de pele ou transparentes, para os buracos não fecharem) e cobrir as tatuagens (sabem que eu não concordo com estas cenas, porque não é isto que vai afectar o desempenho da pessoa. Mas enquanto a sociedade for casmurra, pouco se pode fazer. Mas não deixem de tentar :) ). E daí talvez não. Só se tentarem é que sabem. E não tem de desistir do estilo para sempre: existem os fins de semana :P

 

No entanto, o blog da Trystan merece uma visita, e olhem as dicas que ela dá aqui

 

E dou-vos outro exemplo: durante o meu primeiro estágio (feito num ATL), uma das perguntas feitas à minha orientadora foi se a minha roupa tinha sido adequada ao local. E a resposta foi que SIM. E eu continuei a vestir-me como sempre visto. A única diferença foi que evitei as saias, porque não é minimamente prático para sentar no chão nem correr atrás de crianças. Por aqui podem ver. Ok não é um emprego, é um estágio, mas eu estava a estagiar como se lá trabalhasse, por isso tinha de seguir os preceitos da instituição. 

 

E, para provar as minhas ideias, fui pesquisar alguns outfits no Pinterest e no Polyvore. Here they are (nota: se forem demasiado formais, é só fazerem algumas alterações):

 

3d2900c650ba5e8c58759eb2e2927d64.jpg

7e65861716b84f70a1a0c0a1f8e98b8b.jpg

67b9d5a7e856f9d255fd880a1d3806ea.jpg

908f07555444e62189224fe7d7eece54.jpg

 

tumblr_mq90rqzi3V1rjuitro1_500.png

 

Também há para rapaz!

y.jpg

 

tumblr_mc1s19wpCO1qfxm6do5_1280.jpg

 

Bat Kisses

 

Oriana Bats

I support!

Halloween Countdown

2 Comentários

You want to comment? Follow me...

Mais sobre minha pessoa

foto do autor

Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Segue-me no Bloglovin'!

Follow

Banner

Create your own banner at mybannermaker.com!
Copy this code to your website to display this banner!

Comunicado

Este blog recolhe casos de preconceito e discriminação contra pessoas que têm diferentes estilos. Se quiseres contar o teu caso, entra em contacto com a autora através dos comentários do blog. Obrigada e Bat Kisses.