Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Polícia ataca membro da banda Amber Pacific

 

Howdy little creatures!

 

Finalmente um post mais longo! Pois é, continuo a usar um pc emprestado e com falta de teclas, por isso tem sido mais fácil fazer posts curtos, como as dicas de banda. No entanto hoje temos um post mais longo. Esta notícia é de 2007, mas mesmo assim é preocupante. Vamos lá:

 

Em 2007 a banda pop-punk Amber Pacific teve alguns problemas com a polícia. Tudo começou quando a banda, após um concerto em Filadélfia (EUA), decidiu fazer o que faz normalmente: ficar algum tempo junto da sua mesa de merchandise. A ideia era que, quem quisesse ter hipótese de falar com eles, tirar fotos ou pedir autógrafos, o pudesse fazer. Passados alguns minutos, o segurança do local disse que não havia espaço suficiente na zona de merchandise e que eles teriam de continuar o que estavam a fazer na rua. E eles assim o fizeram.

 

24132.jpg

 

A banda Amber Pacific

 

Passados alguns minutos, um polícia local passou de bicicleta. O policia decidiu parar e atirar a bicicleta contra os jovens fãs, que esperavam em fila para falar com a banda, dizendo que eles tinham de sair dali porque "bloquear a entrada do local era um perigo de incêndio" (sim, ele disse isso. Mais aqui. Nesse link podem ler toda a história). Isto tem alguma lógica: se algo acontecer lá dentro, e as pessoas precisem de sair rapidamente, uma porta bloqueada (com o que quer que seja) pode ser fatal. Mas bloquear a porta por si só não causa um incêndio.

 

A banda decidiu deslocar-se alguns metros, e sair da frente da dita porta. Continuaram a falar com os fãs e a dar autógrafos. No entanto o polícia acabou por voltar e exclamou: "Não ouviram o que eu disse? Mandei-vos sair daqui!". Depois gritou com os fãs, querendo que estes saíssem dali. A banda decidiu deslocar-se para trás da carrinha de uma outra banda, de forma a sairem do passeio. O polícia seguiu-os durante todo esse tempo. Ás tantas, um dos membros da banda, Will, afirmou "Ok, vamos para alí, onde não há polícias rudes". All Hell breaks loose.

 

amberpacific.jpg

 

O polícia gritou mais ou menos isto (traduzido de forma a manter a agressividade, não sendo uma tradução literal): "Que ca***** disseste tu, seu gay filho da p***?". Will vira-se e pergunta: "O que é que me chamaste?".

 

A partir daqui, as coisas ficam estranhas. O polícia agarra Dango, o baterista (que nem tinha aberto a boca), grita-lhe bruscamente (e uma data de vezes), alto e bom som, para ele não resistir. Acaba por algemá-lo. Quando a banda protesta, o polícia atira Dango contra a carrinha e começa a revistá-lo e a atirar com os pertences dele para o chão. Inclusive revista a carteira dele e atira com todo o conteúdo para o chão. Dango acaba por perguntar: "Senhor, porque é que estou a ser algemado? Eu não disse nada!". O polícia, em vez de responder, apenas grita mais insultos. Outro polícia acaba por aparecer, mas em vez de ajudar, apenas manda aos outros membros afastarem-se.

 

Dango acaba por ser libertado uns 15 minutos depois, sem qualquer explicação. Após toda esta confusão outro membro da banda, Rick Hansen (que é o narrador de tudo isto), pediu ao polícia o número do seu distintivo, dizendo que ia apresentar queixa. Após ficar danado, o policia riu e disse: "Não era a primera vez, meu caro, que isso ia acontecer". Rick perguntou pelo supervisor daquele polícia e adivinhem: era o polícia que apareceu depois! Este recusou-se a dar-lhes o número do seu distintivo, mas Rick viu-o na camisa do polícia e anotou-o. Reiterou que iam apresentar queixa. O primeiro polícia acabou por sugerir: "Vamos levá-los a todos!". Por sorte, o "supervisor" disse: "Não, não podemos fazer isso, eles não fizeram nada".

 

A situação acabou com Dango ferido nos pulsos, e sem qualquer explicação por parte dos polícias. Rick afirma ainda que apresentaram queixa mas, tendo em conta que (segundo ele ouviu) é uma situação recorrente, não deve mudar grande coisa.

 

amber-pacific-0006.jpg

 

A minha opinião? Esse polícia procurava alguém com quem embirrar. E a banda estava mesmo à mão. Se ele tinha (ou tem) desdém por este tipo de música, provavelmente nunca saberemos. Mas que há polícias que simplesmente são bullies, isso há, da mesma forma que há padres pedófilos, juízes corruptos, etc. Nem sempre a pessoa que parece mais idónea, o é de facto.

 

Por isso já sabem, tenham sempre cuidado! Tal como há polícias decentes, também há aqueles que são, como dizer, umas bestas (em todos os sentidos).

 

Bem, meus amores, por hoje é só!

 

Bat Kisses

 

Oriana Bats 

 

 

I support!

Halloween Countdown

Mais sobre minha pessoa

foto do autor

Segue-me no Bloglovin'!

Follow

Banner

Create your own banner at mybannermaker.com!
---------------------------------------------------------

Comunicado

Este blog recolhe casos de preconceito e discriminação contra pessoas que têm diferentes estilos. Se quiseres contar o teu caso, entra em contacto com a autora através dos comentários do blog. Obrigada e Bat Kisses.
---------------------------------------------------------