Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Review do livro “Weirdo, Mosher, Freak – If only they’d stopped at name calling”

 

Howdy little creatures!

 

Hoje trago-vos nova review de livro! Desta vez é um livro que me é muito querido e que o meu exemplar (coitadinho) já foi tão lido que já tem páginas a cair! Trata-se de “Weirdo, Mosher, Freak – If only they’d stopped at name calling”, de Catherine Smyth.

 

9781904590279.jpg

 

Sinopse (contracapa):

“Twenty-year-old Sophie Lancaster was kicked to death by a pack of “feral” youths at her local park in Bacup, Lancashire. Her boyfriend, Robert Maltby, was also set upon and received life-threatening injuries. Their only “crime” was to dress differently, as “goths” or “moshers” in the easy shorthand of the media, which cited the killing as another exemple of Broken Britain. Catherine Smyth was the first reporter on the scene and remained at the heart of the story throughout. A mother herself, she writes evocatively of the impact it had on both the Lancaster family and Bacup itself. Smyth has unearthed several anomalies: the police admitted initially attending the wrong park and the ambulance took 14 minutes to travel a distance  of a mile in reaching the scene. While relating the horrific nature of the attack, Smyth also focuses on the good to rise from evil – a town rallying in support of a stricken family, a mother showing incredibly dignity and, most important of all, a campaign lauched to inform the world of the grave dangers of intolerance. As one banner carried at a parade in memory of Sophie proclaimed: “Hate is easy – love takes courage” .”

 

Primeiro, deixem-me que vos diga: parte do dinheiro da compra deste livro reverte para a Fundação Sophie Lancaster. Ou seja, um bom motivo para o adquirir. Segundo, aqui temos uma melhor ideia não só do que aconteceu a Sophie Lancaster, mas também tudo o que aconteceu até ser formada a Sophie Lancaster Foundation.

 

Catherine Smyth escreve como jornalista, baseando-se no que viu e em artigos que foram escritos na altura. Não esperem por isso um romance. É mais um livro factual. É no entanto interessante saber as coisas nesta perspectiva.

 

Já o li e reli muitas vezes (coitadinho, até já caiem páginas) e continua a ser uma leitura interessante e que merece a pena de cada vez que lhe pego para ler.

 

Asseguro-vos que é um livro que vale a pena comprar. Eu adquiri o meu na Fnac e não me recordo do preço em Euros, mas o preço do livro em si é £7.99.

 

Classificação:     

 

Bat Kisses

 

Oriana Bats

I support!

Halloween Countdown

Mais sobre minha pessoa

foto do autor

Segue-me no Bloglovin'!

Follow

Banner

Create your own banner at mybannermaker.com!
---------------------------------------------------------

Comunicado

Este blog recolhe casos de preconceito e discriminação contra pessoas que têm diferentes estilos. Se quiseres contar o teu caso, entra em contacto com a autora através dos comentários do blog. Obrigada e Bat Kisses.
---------------------------------------------------------