Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Tatuadora discriminada na Argentina dá uma boa lição aos seus agressores

 

Howdy little creatures!

 

Hoje trago-vos uma notícia que li recentemente num site sobre tatuagens. Podem encontrá-la aqui. Vamos lá!

 

Scarlath Louyse, uma tatuadora de Pernambuco (Brasil), teve de viajar em trabalho. Ela é uma profissional que trabalha de forma nómada, ou seja, sem estúdio, atendendo onde é necessária (sendo no Brasil ou no estrangeiro). E foi numa dessas viagens que sofreu um caso de discriminação muito grosseiro, que passarei a contar.

 

scarlath-louyse-tatuadora-preconceito-discriminada

Scarlath Louyse

 

 

Scarlath encontrava-se num aeroporto na Argentina, à espera de um voo de ligação a São Paulo, para depois seguir para o Dubai. Resolveu aproveitar para adiantar trabalho, e não percebeu que o local encheu de religiosos (segundo o artigo, eram cristãos evangélicos, que usavam t-shirts do Templo de Salomão. Não, não estou a discriminar, não só é o que o artigo afirma, como também é o que explica o que se segue).

 

Aparentemente, os religiosos acharam que Scarlath era de nacionalidade francesa (a tatuadora é fluente em, pelo menos, espanhol e inglês), pois muitas das suas tatuagens encontram-se escritas nessa língua. Então, para além dos olhares tortos (que, infelizmente, é o normal), ela ouviu uma mulher, que se encontrava sentada à sua frente, comentar com outra:

 

"-Essa p*** francesa não tem vergonha a Deus, de ficar com os peitos de fora e cheia de marcas na pele?"

 

Como achavam que Scarlath não entendia (e como ela os ignorou), as ofensas continuaram e subiram de tom. Às tantas, as pessoas já nem se importavam se ela ouvia ou entendia. Já nem disfarçavam o facto de lhe estarem a tirar fotos (sem consentimento dela), de se rirem dela, ou de continuarem a dizer que ela parecia uma prostituta. Scarlath acabou por deixar o local e foi para a fila de embarque para o voo, onde foi acolhida com palavras simpáticas por quem testemunhou toda a cena.

 

scarlath-louyse-tatuadora-preconceito-discriminada

 

No entanto, Karma is a bitch. Acontece que algumas das pessoas que discriminaram a tatuadora acabaram por apanhar o mesmo voo que ela. Só que, não sabendo falar inglês, não tinham maneira de pedir ajuda às hospedeiras quando precisavam. Adivinhem quem fez de tradutora...Scarlath! Imagino a vergonha que esses senhores passaram, sendo que, depois de tudo o que lhe fizeram e disseram, ela ainda os ajudou!

 

Scarlath termina o seu relato, dizendo:

“- Amai-vos uns aos outros! Não é isso que está escrito na Bíblia? As suas mentes é que precisam de salvação.
Parem de travar guerras e discussões de ódio em nome de Deus. Intolerância religiosa é preconceito. E preconceito, NÃO ME REPRESENTA!”

 

Espero sinceramente que todos os intervenientes desta situação tenham aprendido algo. E que quem ler este post aprenda também. A discriminação é um acto malévolo e desnecessário. Se toda a gente que prega sobre o amor ao próximo e fazer o bem cumprisse essas palavras, o mundo era um lugar bem mais calmo...

 

Bat Kisses

 

Oriana Bats

I support!

Halloween Countdown

Mais sobre minha pessoa

foto do autor

Segue-me no Bloglovin'!

Follow

Banner

Create your own banner at mybannermaker.com!
---------------------------------------------------------

Comunicado

Este blog recolhe casos de preconceito e discriminação contra pessoas que têm diferentes estilos. Se quiseres contar o teu caso, entra em contacto com a autora através dos comentários do blog. Obrigada e Bat Kisses.
---------------------------------------------------------