Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Bats on the East Tower

Criei este blog com posts com um tema em comum: estilo alternativo. Se tiverem alguma sugestão/pedido, não hesitem em deixar um comentário. Blog escrito no antigo acordo.

Tatuadora discriminada na Argentina dá uma boa lição aos seus agressores

 

Howdy little creatures!

 

Hoje trago-vos uma notícia que li recentemente num site sobre tatuagens. Podem encontrá-la aqui. Vamos lá!

 

Scarlath Louyse, uma tatuadora de Pernambuco (Brasil), teve de viajar em trabalho. Ela é uma profissional que trabalha de forma nómada, ou seja, sem estúdio, atendendo onde é necessária (sendo no Brasil ou no estrangeiro). E foi numa dessas viagens que sofreu um caso de discriminação muito grosseiro, que passarei a contar.

 

scarlath-louyse-tatuadora-preconceito-discriminada

Scarlath Louyse

 

 

Scarlath encontrava-se num aeroporto na Argentina, à espera de um voo de ligação a São Paulo, para depois seguir para o Dubai. Resolveu aproveitar para adiantar trabalho, e não percebeu que o local encheu de religiosos (segundo o artigo, eram cristãos evangélicos, que usavam t-shirts do Templo de Salomão. Não, não estou a discriminar, não só é o que o artigo afirma, como também é o que explica o que se segue).

 

Aparentemente, os religiosos acharam que Scarlath era de nacionalidade francesa (a tatuadora é fluente em, pelo menos, espanhol e inglês), pois muitas das suas tatuagens encontram-se escritas nessa língua. Então, para além dos olhares tortos (que, infelizmente, é o normal), ela ouviu uma mulher, que se encontrava sentada à sua frente, comentar com outra:

 

"-Essa p*** francesa não tem vergonha a Deus, de ficar com os peitos de fora e cheia de marcas na pele?"

 

Como achavam que Scarlath não entendia (e como ela os ignorou), as ofensas continuaram e subiram de tom. Às tantas, as pessoas já nem se importavam se ela ouvia ou entendia. Já nem disfarçavam o facto de lhe estarem a tirar fotos (sem consentimento dela), de se rirem dela, ou de continuarem a dizer que ela parecia uma prostituta. Scarlath acabou por deixar o local e foi para a fila de embarque para o voo, onde foi acolhida com palavras simpáticas por quem testemunhou toda a cena.

 

scarlath-louyse-tatuadora-preconceito-discriminada

 

No entanto, Karma is a bitch. Acontece que algumas das pessoas que discriminaram a tatuadora acabaram por apanhar o mesmo voo que ela. Só que, não sabendo falar inglês, não tinham maneira de pedir ajuda às hospedeiras quando precisavam. Adivinhem quem fez de tradutora...Scarlath! Imagino a vergonha que esses senhores passaram, sendo que, depois de tudo o que lhe fizeram e disseram, ela ainda os ajudou!

 

Scarlath termina o seu relato, dizendo:

“- Amai-vos uns aos outros! Não é isso que está escrito na Bíblia? As suas mentes é que precisam de salvação.
Parem de travar guerras e discussões de ódio em nome de Deus. Intolerância religiosa é preconceito. E preconceito, NÃO ME REPRESENTA!”

 

Espero sinceramente que todos os intervenientes desta situação tenham aprendido algo. E que quem ler este post aprenda também. A discriminação é um acto malévolo e desnecessário. Se toda a gente que prega sobre o amor ao próximo e fazer o bem cumprisse essas palavras, o mundo era um lugar bem mais calmo...

 

Bat Kisses

 

Oriana Bats

Halloween Countdown

Mais sobre minha pessoa

foto do autor

Tradutor

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

Comunicado

Este blog recolhe casos de preconceito e discriminação contra pessoas que têm diferentes estilos. Se quiseres contar o teu caso, entra em contacto com a autora através dos comentários do blog. Obrigada e Bat Kisses.